AGRO.GES realizou, para a ANIPLA, um estudo sobre os impactos esperados da redução na utilização de produtos fitofarmacêuticos em Portugal, decorrente da exclusão de um conjunto de substâncias ativas da lista de moléculas autorizadas pela Comissão Europeia.

No próximo dia 14 de Abril, pelas 10:00h, a Anipla organiza um webinar, durante o qual as principais conclusões do estudo em causa serão apresentadas. 

O tema em discussão, centra-se nos resultados de um estudo de Impacto que a Anipla solicitou à Agro.ges e que incide nas eventuais repercussões económicas e sociais da retirada de um conjunto de substâncias ativas consideradas em risco de perder a autorização de comercialização em cinco fileiras agrícolas nacionais:

Vinha para vinho, Olival para azeite, Pera rocha, Milho-grão e Tomate para indústria.

Na origem do estudo está a preocupação da Anipla com a intenção assumida pela União Europeia no quadro da Estratégia para a Biodiversidade, apresentada no Pacto Ecológico Europeu da CE, de reduzir a utilização de produtos fitofarmacêuticos em 50% até ao ano 2030 e com o consequente impacto na economia e no futuro de várias fileiras agroalimentares.

Inscreva-se no webinar.

Consulte abaixo o programa provisório:

ANIPLA